quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Amsterdam - Parte 3

Experiências na cidade:

Achei a Heineken Experience diferente e divertida até para quem não gosta de cerveja como é o meu caso.
© um mundo a três

© um mundo a três

Ir até à Madame Tussaud é sempre sinónimo de um bocado bem passado, no entanto para quem já foi à de Londres, esta fica muito aquém das expectativas. 
© um mundo a três

© um mundo a três
A nossas mãos em cera 

Nunca tinha ido a um icebar e confesso que foi uma das experiências que mais gostei, o frio é imenso, mas podemos sempre dançar para aquecer. 
© um mundo a três

© um mundo a três
Ir a Amesterdão e não passar no red light district nem seria a mesma coisa. Achei engraçado que aquelas janelas de meninas pareciam  montras de lojas em saldos tal era a afluência.
© um mundo a três

O museu do sexo precisa urgentemente de um upgrade, é demasiado vintage (no mau sentido). Foram, provavelmente os 4 euros mais mal gastos da minha vida.
 © um mundo a três
E sim, também fomos em busca dos famosos queques.
© um mundo a três


No final, saldo mais que positivo, uma cidade limpa e super segura apesar de toda a droga e sexo que se vê por lá. Pessoas super simpáticas que falam fluentemente inglês, o que me fez esquecer por várias vezes que estava na Holanda. Um cidade diferente e maravilhosa. Mais que recomendada!

© um mundo a três


2 comentários:

  1. Adoro neve e gelo, pelo que acho que ia gostar desse ambiente.
    Teria é que beber muito e pular para me aquecer, já que não sei dançar, ehehe.

    Gostei do preservativo elefante. O da estátua da liberdade também é engraçado. Assim como o do cogumelo. Pergunto-me se algum homem gostaria de usar aquilo! São decorativos, criativos, bem sei... mas dá para tudo eheh.

    Esses queques são com... cheirinho? Canabis?
    Foi um grande passeio!


    ResponderEliminar
  2. São mais que cheiro se é que me faço entender :p

    ResponderEliminar