terça-feira, 9 de agosto de 2016

Percebes porque estás em sofrimento quando isto te aparece à frente

'Nos últimos três meses, os desconfortos físicos aumentam por causa da sobrecarga dos sistemas respiratório e circulatório. Sem falar no peso e nas estrias, que podem aparecer em maior quantidade, de acordo com o tamanho da barriga. “Para se ter uma ideia, no final da gestação gemelar, o conteúdo do volume no útero chega a dez litros, enquanto na gravidez de feto único são cerca de seis” '

Nota 1: Estrias, por enquanto, nem uma. Ou seja, ainda há esperança
Nota 2: Mais do que arrependida de me ter queixado do cansaço no fim da minha primeira gravidez. Sabia lá eu do que falava...
Nota 3: Continuo a achar que se São Pedro me desse aqui uma ajudinha e baixasse a temperatura a coisa seria menos má

2 comentários:

  1. Não é mesmo nada fácil. Lembro me de ir parar à banheira em água quase fria durante a madrugada. O calor intensifica o mau estar. Espero que melhore rapidamente.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Quando estive grávida, tive a minha filha em Junho e lembro-me de alguns dias em maio em que o calor deu-me que fazer. Felizmente não passei o verão grávida mas acredito que seja bastante desconfortável e com dois na barriga, talvez seja u desconforto ao quadrado. Força!

    ResponderEliminar