sexta-feira, 23 de setembro de 2016

E de repente

E de repente passaste de filho único a filho mais velho de três e se para nós é uma grande mudança, não consigo imaginar o que será para o teu pequeno coração de três anos.

E de repente, passaste a chamar à atenção nem sempre da melhor maneira. A chorar algumas noites. A pedir para dormir contigo para sempre.  A pedir para beber por um biberão. A ficar carente como é teu de direito.

E de repente vejo-te a ser o que um irmão mais velho deve ser.  Meigo.  Carinhoso. Preocupado.  Orgulhoso.  O mano que faz festinhas. O que lhes quer pegar ao colo. Lhes dá a chucha quando choram. O que leva as fraldas para o lixo. O que lhes chama nomes fofinhos.  O que lhes conta histórias e canta para os acalmar.

E de repente consegui sentir ainda mais orgulho em ti e foi nesse momento que ficaste tão mais crescido aos meus olhos.

4 comentários:

  1. Esta fase deve ser um turbilhão de emoções para ele, mas tudo a seu tempo.

    ResponderEliminar
  2. Assim nasce uma família numerosa :)
    Que bonita a descrição. Vai ser um óptimo irmão mais velho.
    Um beijinho

    ResponderEliminar