segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Amamentação

Amamentar um bebé é exigente, amamentar dois é um verdadeiro desafio. Um desafio que não consegui superar. Ao que parece não sei fazer bebés que saibam mamar. O T. não sabia mamar, a L. não sabia mamar, o M. não sabia mamar.
Com o T. queria a todo o custo amamentar e no primeiro mês foi rara a mamada em que não chorei tal era o desespero passar quase uma hora para que ele conseguisse pegar na mama. A minha teimosia quase me levou a uma depressão pós parto, mas consegui que ele aprendesse e consegui amamentar em exclusivo até aos 6 meses e parar de amamentar com 1 ano.
Tive esperança que estes soubessem mamar, a serio que tive , só que não. E ainda tentei, mas quando me vi a passar pelo mesmo que passei com o T., quando me vi a chorar por algo que me devia dar tudo menos frustração, ainda mais em dose dupla, parei. Dei-me por vencida. Pensei só em mim? Acho que não. Pensei no bem estar de todos.
Se há coisa que aprendi com a primeira experiência na maternidade é  que amamentar só faz sentido se der prazer à  mãe. Se a mãe não estiver bem,  o bebé também não estará.
Se tenho pena de não amamentar?  Tenho.  Se me vou marterizar por isso?  Não. Se financeiramente não é  puxado?  Uma lata de leite nao dá para 4 dias. Se prefiro dar esse dinheiro para o leite em vez de dar a um psicólogo?  Sem dúvida.

5 comentários:

  1. Concordo com você em tudo, esta certíssima, bjucas na familia toda!!! e uma semana abençoada

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo! Amamentar não deve ser frustrante e doloroso, mas sim, algo bonito e que faça sorrir. :)

    ResponderEliminar
  3. Tem de haver um equilíbrio e a saúde da mãe é essencial!

    ResponderEliminar
  4. Não podia estar mais de acordo. Passei por isso e tive a mesma opção que tu. :) Um beijinho.

    ResponderEliminar
  5. ...desta vez tb só consegui até aos seis. Paciência, o meu bem estar tb estava em causa e às vezes temos de pensar em nós.

    ResponderEliminar