quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

O lado menos bom da entrada para o jardim de infância

O T. começou a falar ainda antes de começar a andar.  Nunca o achei abebezado na maneira de falar e no seu raciocínio, antes pelo contrário, todos sempre o acharam uma espécie de mini adulto. Já fisicamente sempre tive consciência que comparado com meninos da mesma idade,  tirando o andar que começou no dia em que fez um ano, sempre demorou a chegar lá. Nomeadamente, andar de triciclo,  descalçar-se sozinho,  comer sozinho...  Desde que entrou para a escolinha percebo que ganhou mais destreza e está mais despachado.  Já o outro lado...  Começou  a inventar palavras que não existem,  a fazer birras como nunca tinha feito, a dizer 'já não gosto de ti',  a amuar,  a fazer queixinhas, a falar, por vezes, abebezado. E podia pensar que foi devido ao nascimento dos manos, mas no dia a dia dá para perceber que não, é mesmo para imitar os meninos da escola.  Ultimamente têm sido precisos litros de paciência para ele, coisa que anda escassa por aqui visto existirem dois bebés de 3 meses cá em casa.

Sem comentários:

Enviar um comentário